MVP do Brasileiro Sub-19, Emanuel Fernandes fala sobre o seu momento na base rubro-negra

“Eu sonhei que um dia eu estaria onde ninguém pensou, se ele quiser, eu piso onde ninguém pisou, humildade e sabedoria pra me guiar e o impossível é possível pra quem acreditar…” – esses versos de uma música de sucesso de uma jovem cantora brasileira serve bem para ilustrar o poder de resiliência e persistência que o jogador de base no basquete brasileiro tem que ter na modalidade. E essa resiliência em acreditar no seu potencial técnico e físico acabou por premiar o talentoso Emanuel Fernandes com o prêmio de MVP na última edição do Brasileiro Sub-19. Competição que o Flamengo terminou em segundo lugar após perder uma final equilibrada diante do Pinheiros.

O Garrafão Rubro-Negro conversou com exclusividade com o jovem ala-pivo sobre esse seu atual momento na base do Flamengo.

Entrevista – Emanuel Fernandes

Primeiramente, Emanuel, como foi pra você ter tido a oportunidade de defender o Flamengo em duas importantes competições nacionais na base – a LDB e o Brasileiro Sub-19?

– Foi uma honra defender o meu time do coração!

Você foi eleito o MVP do Brasileiro Sub-19, como descrever essa premiação individual que você recebeu nessa competição? E o quanto você diria que seus companheiros de time foram importantes para você alcançar esse prêmio?

-Foi emocionante, estou muito feliz ainda. Meus companheiros foram muito importantes, pois sem a ajuda deles nunca seria possível. Nosso time é muito unido e isso também me dá potência no individual.

Nas transmissões na Fla TV e nos bastidores, o técnico Paulo Chupeta sempre te elogia como jogador e pontua que tu sempre tiveste a vontade de defender o Flamengo na base. Como é pra você ter esse reconhecimento do Paulo Chupeta dentro do Flamengo?

-É um orgulho para mim e mais uma motivação para seguir evoluindo meu jogo. Paulo é parte da história do basquete do Flamengo e me deixa muito feliz que uma pessoa como ele fique satisfeito.

E nesses torneios tanto na LDB e no Brasileiro Sub-19 você foi comandado pelo Cristiano Medeiros e tendo também o suporte do Igor Meletti e do Maurinho. O que você teria a falar desses profissionais nesse seu processo de evolução profissional dentro da base do Flamengo?

– Eles são muito importantes. O corpo técnico geral, também incluindo nosso preparador físico, são a parte mais importante de nosso time, na minha opinião. Eles sempre estão nos apoiando e fazendo seu trabalho da melhor maneira possível para colocar nosso time no mais alto nível do Brasil.

Para terminar, você recebeu a premiação de MVP do Brasileiro nas mãos do técnico Gustavo De Conti. Podemos dizer que seu objetivo a partir de agora é passar a participar dos treinos da equipe adulta rubro-negra e aos poucos conquistando seu espaço?

-Sem dúvida alguma. Nosso ano da base está quase acabando já, então posso aproveitar para botar o foco ainda mais no time adulto para fazer uma boa pré-temporada e ficar à disposição do Gustavo, quero ajudar o time o máximo possível.

Garrafão Rubro-negro precisa da sua assinatura para continuarmos a nossa cobertura do orgulho da nação. Faça sua assinatura a partir de 10 reais por mês. Conteúdos exclusivos e sorteio de camisas oficiais, casuais e par de ingressos durante a temporada.
Apoia-se – apoia.se/garrafaorn
Pic Pay – @GarrafaoRN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.