Público parcial – o retorno presencial dos torcedores nos ginásios no Brasil

Com o avanço da vacinação em todo o país e consequentemente a queda dos números de casos, mortes e internações em razão da Covid-19, as prefeituras e os governos estaduais já começaram a flexibilizar o retorno gradual do público nos eventos esportivos. O Garrafão Rubro-Negro apresenta o que está sendo autorizado nesse momento pelo poder público e o que o torcedor precisa ter atualizado para ter seu retorno aceito dentro dos ginásios para assistir os jogos do orgulho da nação em breve.

Jogos do basquete do Flamengo na capital do Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro autorizou a liberação de 50% da capacidade de público dentro dos ginásios na capital carioca. Mas o torcedor que queira voltar aos jogos terá que seguir a risca algumas exigências – as duas doses da vacina contra a Covid-19, com a segunda dose tendo sido tomada em, pelo menos, 14 dias da data do evento (para pessoas de 15 a 59 anos) e para maiores de 60 anos, com a dose de reforço no mesmo prazo.

Permanece a exigência do uso obrigatório de mascaras dentro do local da competição esportiva.

O Flamengo deve oficializar em breve que a fase final do Estadual deve ser realizada em um ginásio de maior capacidade como o Tijuca ou o Maracanãzinho e não sendo mais no ginásio Hélio Mauricio, na Gávea.

Campina Grande e a volta do público nos jogos da Unifacisa

A prefeitura local autorizou o retorno de 30% de público nos eventos esportivos na cidade. Ou seja, a Arena Unifacisa que irá ser sede do torneio Integração com Flamengo, Unifacisa e Minas terá público presencial.

As exigências que as pessoas interessadas terão que cumprir – distanciamento de 1 metro e meio dentro do ginásio, apresentação do cartão de vacinação comprovando pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19, aferição de temperatura na entrada do ginásio e oferecer álcool em gel para os presentes no evento esportivo.

Distrito Federal deve ter a liberação de publico para o alivio do Brasília Basquete e do Cerrado

O governador Ibaneis Rocha deve oficializar nos próximos dias a liberação de público parcial para os demais eventos esportivos além do futebol que já vinha jogando com a presença de público na capital federal. A expectativa que seja liberado 50% a capacidade parcial de público nos eventos esportivos e com isso tanto o Brasília Basquete e o Cerrado poderão ter o retorno do seu fiel torcedor aos jogos.

As exigências previstas são o distanciamento de um metro dentro do ginásio, uso obrigatório de mascaras, comprovante de vacinação e aferição de temperatura.

Belo Horizonte também já autorizou o retorno parcial de público

A prefeitura de Belo Horizonte, em Minas Gerais, autorizou recentemente o retorno parcial de público nos eventos esportivos na cidade. A capacidade de público liberada foi de 30 %, com o uso obrigatório de mascaras, comprovante de vacinação e teste PCR negativo feito 72 antes do jogo. Com isso, o Minas também tem a permissão de começar o próximo NBB com público parcial em seus jogos.

São Paulo mais cauteloso e a liberação de público nos eventos esportivos só no dia 1 de novembro

O Estado com o maior número de equipes participantes do NBB e com a vacinação mais avançada em todo o Brasil, São Paulo segue a risca o seu planejamento no momento e só deve liberar a presença parcial de público nos eventos esportivos só a partir de 1 de novembro. O objetivo do governador João Dória é a liberação ocorrer já com 90% da população do Estado com pelo menos uma dose da vacina. No momento, São Paulo está com quase 80% da população com a primeira dose e um pouco mais de 50% com a imunização completa.

NBB começará com a presença de público parcial e respeitando os decretos municipais e estaduais

Os clubes em reunião decidiram pela volta do público na próxima edição do NBB e esse no primeiro momento sendo parcial e conforme o que está previsto no decreto municipal ou estadual da qual aquele clube tem a sua sede. Caso a cidade daquele clube ainda não tenha a liberação de público, ele deverá começar a competição sem a presença do seu torcedor.

E fica a sugestão do Garrafão Rubro-Negro a todos os torcedores e fãs de basquete, já tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e ainda não foi tomar a segunda? Tome a segunda dose e não deixe escapar a oportunidade de voltar a marcar presencialmente nos eventos esportivos em breve. Só com a vacinação em um curto prazo poderemos nos livrar de vez dessa pandemia.

O Garrafão Rubro-negro precisa da sua assinatura para continuarmos a nossa cobertura do orgulho da nação. Faça sua assinatura a partir de 10 reais por mês. Conteúdos exclusivos e sorteio de camisas oficiais e casuais durante a temporada.

Apoia-se – apoia.se/garrafaorn

Pic Pay – @GarrafaoRN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.