EXCLUSIVO – Franco Balbi fala do seu processo de recuperação da cirurgia e o desejo de permanecer no Flamengo

A semifinal do NBB começa na próxima segunda-feira e uma peça importante não estará dentro de quadra junto com o elenco do Flamengo para buscar o último objetivo da temporada. Franco Balbi se lesionou na fase de classificação da Champions League Américas e ficou de fora de toda a temporada. Mas o argentino mesmo com a lesão jamais esteve longe de fato do time. Seja por contatos por Whatsapp, redes sociais e até indo aos treinos ele sempre buscou ser presente e apoiar seus companheiros. Franco Balbi estará assistindo os jogos in loco no Maracanãzinho e conversou com exclusividade com o Garrafão Rubro-Negro sobre seu atual momento no clube.

Entrevista – Franco Balbi

Primeiro, Franco Balbi gostaríamos de iniciar essa entrevista falando sobre as mensagens de carinho e orações que você recebeu da torcida logo após confirmada sua grave lesão que o deixou de fora de toda a temporada.  Como foi pra você receber toda essa demonstração de afeto? E você fica com a sensação de querer retribuir tudo isso em breve dentro de quadra?

“Sou muito grato por receber esse apoio da torcida rubro-negra e tento sempre dar meu melhor pra que ela e o Flamengo se sintam bem representados dentro da quadra.”

As pessoas que acompanham sua trajetória no Flamengo sabem muito bem seu profissionalismo e caráter dentro do clube. Um exemplo disso foi antes da apresentação oficial ao clube nessa temporada você acabou realizando treinamentos físicos para chegar bem fisicamente quando o Flamengo convocasse os jogadores para o inicio dos treinamentos.  Esse seu profissionalismo serve de exemplo. Você acredita que essa sua dedicação em prol do basquete pode acelerar seu retorno aos jogos?

“Sempre tento me esforçar o máximo nos treinos. Antes de começar esta temporada, procurei o Fred pra trabalhar mais especificamente no que tanto ele como eu achávamos que poderíamos melhorar. E foi assim que fizemos. É difícil falar quanto tempo vai demandar a recuperação, na minha cabeça está fazer tudo dentro do que os médicos falarem, e sei que quero voltar ao 100%. Se isso vai demandar mais tempo, pois assim será.”

Todos os jogadores argentinos ultimamente tem o desejo de atuar na Europa em algum momento.  Você também se inclui nessa vontade de jogar em algum clube na Europa? E falando da estrutura atual do Flamengo, você acredita que ela deixa a desejar comparada a qualquer clube da Europa? É uma estrutura que deixa os jogadores confortáveis a ponto de deixar os jogadores preocupados somente com o jogo?

“Sinceramente não é uma coisa que hoje passe na minha cabeça. Lógico que em algum momento passou, mas agora meu foco é outro. O Flamengo é o melhor clube que eu trabalhei, tem tudo. Quem conhece e jogou na Europa fala que não deve nada aos clubes de lá, e acho que, por tudo o que o Flamengo proporciona para os jogadores, só temos que nos dedicar a treinar e jogar.”

Marquinhos é um dos grandes jogadores da história do basquete do Flamengo nos últimos anos e sempre demonstrou dar as boas-vindas aos argentinos que passaram pelo clube – ajudando-os dentro e fora da quadra.  Anteriormente, Marquinhos se mostrou próximo ao Laprovittola e após a final da Champions League Américas, ele prestou uma bela homenagem a você. O que você tem a dizer sobre essa sua amizade e parceria com o Marquinhos dentro e fora de quadra?

“É uma pessoa que me recebeu muito bem quando cheguei aqui, tanto a mim como a minha namorada. É um cara vencedor, que tudo que joga ele quer ganhar, então é bom tê-lo no time. As coisas se tornam muito mais fáceis quando você tem um cara com as qualidades dele.”

Para encerrar, após a conquista da Champions League Américas tu usou a expressão “time do caralho” nas suas redes sociais para enfatizar a qualidade do elenco do Flamengo nessa atual temporada.  Se tivesse que fazer um agradecimento público pela oportunidade de integrar o elenco rubro-negro nessa temporada o que você teria a dizer?

“Não sou só eu que acho isso, já desde o começo da temporada a gente sabia. E com resultados você vai dando a razão a tudo, não tinha dúvidas de que o time seria campeão. O trabalho, dedicação e esforços de todos os que são parte do Flamengo fazem com que as coisas aconteçam, então eu sou muito grato por estar do lado deles e compartilhar com eles todos os processos que um time precisa passar pra ser campeão, não é do dia pra noite que as coisas acontecem.”

Franco Balbi com o troféu da Champions League Américas 2021. (Flamengo)

Assine o GARRAFÃO RUBRO-NEGRO, a partir de 10 reais no Pic Pay ou no Apoia-se (https://apoia.se/garrafaorn). Receba conteúdos exclusivos sobre o basquete do Flamengo e concorra a uma camisa oficial e casual no final de cada temporada. Esse trabalho jornalístico independente que nasceu em 2011 conta com você, se torne assinante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.