Gustavo De Conti fala sobre o cansaço mental e físico na maratona de jogos do turno do NBB

Time grande sempre teve e terá a cobrança por resultados imediatos, independente do intervalo que os jogos ocorram. E se tratando de um esporte coletivo como o basquete, esse desafio se torna cada vez maior quando se depara a um formato novo de turno do NBB em virtude da pandemia da Covid-19. Com o intervalo de um dia para um novo jogo, o cansaço mental e físico acaba sendo evidente. O Garrafão Rubro-Negro conversou com o técnico Gustavo de Conti sobre esse tema e ele fez uma projeção do confronto contra a Unifacisa. Franco Balbi falou sobre a maratona de jogos do Flamengo na temporada.

Gustavo De Conti – treinador

Gustavo como se faz para administrar o cansaço mental e físico nessa maratona de jogos no turno do NBB? Você diria que o cansaço é mais mental do que físico?

“Ainda não tem como falar que já ocorreu um cansaço mental, mas pode ser que isso aconteça. E isso é uma coisa que a gente pode controlar melhor esse aspecto mental e não podemos permitir esse lado mental. Temos que estar sempre dispostos  E fisicamente sim, o campeonato vai sacrificar muito os jogadores, principalmente nesse jogo contra o Fortaleza que não podemos contar com dois jogadores (Pedro Nunes e Jhonatan Luz) que são importantes para a rotação e tivemos que sobrecarregar mais os outros jogadores. Fisicamente nós estamos trabalhando muito com os jogadores para minimizar esse cansaço, minimizar os jogos ruins, jogos que fisicamente não estaremos tão bem.”

O quanto a derrota da Unifacisa para o Campo Mourão torna a equipe paraibana um adversário ainda mais perigoso pro jogo de sábado?

“Sobre a derrota da Unifacisa a gente não pode ficar perdendo tempo imaginando como eles irão estar. Se perderam e irão estarão mordidos. Ou se perderam e estarão abatidos. Nós temos que nos preocupar com a gente, a Unifacisa é uma grande equipe. Talvez contra o Campo Mourão não tenha feito um dos seus melhores jogos, mas é uma grande equipe e com grandes jogadores. Temos que entrar em quadra para fazer o nosso jogo. Estar bem a tática para esse jogo, bem preparado fisicamente e tecnicamente, pois é uma vitória importante para nós.”

Franco Balbi – armador

A preparação para a maratona de jogos que o time terá nessa temporada.

“A gente tem que se acostumar com essa quantidade de jogos que iremos ter. Até o final do ano teremos muitos jogos. Quando começar o próximo ano teremos o Super 8 e a Champions League. Nossa preparação está sendo feita pra isso, quando tivermos esses jogos, fazermos o nosso melhor possível. Todo o jogo não foi igual, não será igual como a nossa vitória contra o Minas. O importante é a gente ganhar, mesmo com aproveitamento ruim, com pouco de cansaço. Acredito que o time está muito bem preparado para essa maratona de jogos.”

ASSINE O GRN – o Garrafão Rubro-Negro precisa da sua assinatura no PIC PAY ou no Apoia.se (https://apoia.se/garrafaorn), a partir de 10 reais, para continuar existindo e dar continuidade ao seu trabalho jornalístico independente. E ajudando o Garrafão, um dos benefícios é você concorrer a uma camisa oficial e casual no final da temporada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.