Franco Balbi, Rafael Mineiro e Gustavo De Conti destacam as virtudes do elenco rubro-negro no Estadual

O Flamengo segue sua campanha no Estadual e fazendo prevalecer o bom rodizio entre os jogadores titulares e reservas do seu elenco na competição. O Garrafão Rubro-Negro conversou com integrantes do elenco sobre as virtudes da equipe até o momento no Estadual e como analisam os protocolos de segurança para jogarem a competição.

Franco Balbi – o armador argentino fala da alegria de voltar a jogar após a paralisação em março e os protocolos de segurança contra a Covid-19.

“Eu acho que todo mundo está fazendo o melhor para acontecer esse torneio. Torneio que é importante para o Rio de Janeiro e acaba estimulando mais equipes a participarem, é uma competição muito boa. Eles estão fazendo de tudo para sentirmos seguros em quadra. Eu acredito muito no que tudo que está acontecendo e os protocolos que a Federação nos colocou para cumprir. Todo mundo sabe se seguir um caminho errado, vai acontecer algo e deixar mal a imagem da Federação.E claro estou muito feliz por ter voltado a jogar depois de muito tempo, nós que somos atletas ter essa competição para nos dar ritmo e voltado a treinar e pensar mais a frente que temos outras competições.”

Rafael Mineiro – o pivô fala da definição da data da final da Champions League Américas. Em razão da Covid-19, será jogo único, no dia 30 de outubro, no Uruguai.

“A gente estava ansioso para essa definição, ela saiu. Lógico que gostaríamos de decidir na nossa casa. Mas a gente sabe que todo mundo saiu perdendo em razão dessa pandemia, então, nós vamos encarar isso tudo de frente e é uma oportunidade de disputar uma final.  Será jogo único, nosso elenco estará preparado. E vamos como o Flamengo vai para todos os campeonatos, é de sair com o título.”

Gustavo De Conti – o treinador destaca como é gratificante ver o seu elenco levar a sério o Estadual mesmo com o torneio tendo uma disparidade técnica.

“Acaba dando orgulho para todos os rubro-negros, eu acho, e para vocês que estão trabalhando aqui da imprensa e para nós da comissão técnica. A gente vê o Mineiro se atirando na bola, o Chuzito se jogando na bola e vê o Balbi saindo de quadra sangrando o joelho. Talvez se eles não tivessem feito isso a gente não teria ganhado hoje. Isso é muito gratificante de se vê e mostra todo o compromisso dos jogadores. Isso independente do adversário, do campeonato, pois a hora que a gente veste essa camisa do Flamengo, nós ficamos diferentes.”

ASSINE O GRN – o Garrafão Rubro-Negro precisa da sua assinatura no PIC PAY ou no Apoia.se (https://apoia.se/garrafaorn), a partir de 10 reais, para continuar existindo e dar continuidade ao seu trabalho jornalístico independente. E ajudando o Garrafão, um dos benefícios é você concorrer a uma camisa oficial e casual no final da temporada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.