Na espera – os novos bastidores para a conclusão da Champions League Américas

Uma das principais metas de conquista para o time rubro-negro nessa temporada segue sem uma data oficial para a sua conclusão – a final da Champions League Américas. O Garrafão Rubro-Negro apresenta novos detalhes que estão gerando essa indefinição por parte da FIBA de oficializar de fato quando será a final e destaca também o diferencial que está sendo esse torneio para quem acompanha e gosta da modalidade.

A Champions League Américas

Desde a sua primeira rodada e a forma que passou a produzir conteúdo para suas redes sociais, a FIBA deu sinais claros que seria uma competição diferente que de fato é. Além de valorizar os elencos de cada time, a maior entidade do basquete mundial teve o cuidado e a sensibilidade de dar espaço maior a torcida de cada equipe como também apresentar imagens da cidade que abriga aquele clube. Essa envelopagem não era muito comum em competições nas Américas e lembra muito o padrão feito na Europa.

A indefinição do inicio da pré-temporada da Liga Argentina

Pelos dados oficiais, a Argentina é um dos países que mais conseguiu combater de forma satisfatória da Covid-19 e esse rigor no isolamento social vem impactando o planejamento de todos os clubes de basquete. Até o momento não existe uma liberação por parte do governo argentino sobre a liberação dos jogos de basquete como também algum protocolo mais especifico a respeito do retorno dos treinamentos da modalidade.

E somente com uma decisão e liberação do governo federal seria capaz de dar uma maior segurança a todos envolvidos na modalidade. Com isso a pré-temporada prevista para começar no dia 1 de setembro e com a duração de até 45 dias está seriamente ameaçada. Isso seria um dos fatores que levam os clubes argentinos que estão na semifinal da Champions League Américas a defenderem o adiamento da conclusão do torneio para o mês de novembro ou dezembro. E não mais para o final de outubro como estava anteriormente previsto.

Flamengo iniciou sua pré-temporada seguindo todos os protocolos contra a Covid-19

O Flamengo desde a semana passada vem passando por vários exames médicos, físicos e testagem contra a Covid-19. Foi a primeira equipe brasileira oficialmente a retornar com as atividades. E o foco do time para essa temporada é principalmente a final da Champions League Américas, o Estadual e o NBB.

Em entrevista ao site Uno a Uno, Diego Jeleilate, gerente do Flamengo, destacou esse momento do clube.

“Na segunda-feira voltamos aos treinamentos depois de 5 meses de paralisação em razão da pandemia. Seguiremos todos os protocolos. O Rio de Janeiro está em um momento especial, os casos de Covid-19 estão caindo, e isso é uma alegria. Temos pouca ocupação nos hospitais e fazendo tudo com muita responsabilidade.”

Jogadores de Quimsa e San Lorenzo em atuação na segunda divisão da Liga Uruguaia e na Liga Mexicana

A segunda divisão da Liga Uruguaia teve seu inicio na última segunda-feira com a participação do argentino Agustin Caffaro em uma das equipes. Ele retorna ao San Lorenzo após a conclusão do torneio, prevista para o inicio de outubro.  A Liga Mexicana que terá seu inicio em breve terá a participação de vários jogadores que fazem parte dos elencos do Quimsa e do San Lorenzo como Penka Aguirre e Juan Brussino. Dependendo da campanha desses times na Liga Mexicana esses jogadores só irão retornar aos clubes argentinos na primeira semana de dezembro.

E visando o equilíbrio técnico para a conclusão da Champions League Américas, os clubes argentinos justificam a necessidade de contar com esses jogadores e o término da Champions League ser em dezembro.

A incerteza da data da conclusão da Champions League e a decisão dificil a ser tomada pela FIBA

De um lado, temos os clubes argentinos sem autorização por parte do governo federal de voltar com a modalidade e com vários jogadores em atividade em outras ligas no momento. Do outro, temos o Flamengo que seguindo todos os seus protocolos, já voltou aos treinamentos e irá disputar já alguns jogos oficiais como o Estadual a partir do final de setembro. Anteriormente a conclusão da Champions League Américas estava prevista para o final de outubro, mas diante desses cenários apresentados qual será a melhor solução dada pela FIBA em breve?

A manutenção da mesma data para a sua conclusão ou o seu adiamento? O fato é que independente de manutenção ou adiamento, já se tem como afirmar que não será possível ter um equilíbrio total na preparação das equipes envolvidas. Qualquer equipe terá sua vantagem na sua preparação técnica, física ou tática em razão do momento que iniciaram suas atividades como também que competições os seus jogadores participaram anteriormente da conclusão da Champions League Américas.

Protocolos contra a Covid-19 e a testagem nos envolvidos na modalidade para a conclusão da Champions League Américas

A FIBA deverá divulgar em breve como irá proceder com os protocolos para a conclusão da Champions League Américas. E fica a expectativa se ela irá indicar os laboratórios tanto na Argentina e no Brasil para a realização dos testes da Covid-19, ou, se isso ficará exclusivamente sobre a responsabilidade dos clubes. Sempre vale ressaltar a importância da testagem nesse momento da pandemia.

E se prevê a necessidade de uma confiança entre os clubes finalistas da Champions League Américas caso a FIBA libere os clubes escolherem seus laboratórios para a realização desses testes.

Torcida presencial ou virtual para a finalização da Champions League Américas?

A Champions League Américas nas suas partidas anteriores sempre contou com um bom público presencial nos ginásios. Mas em razão da pandemia esse cenário poderá ser diferente. O protocolo de flexibilização da prefeitura do Rio de Janeiro na sua fase 6 prevê o retorno de um terço do público nos eventos esportivos. Na Argentina não tem nada especifico ainda sobre a volta do público nas competições.

Isso é mais um fator que a FIBA deverá oficializar em breve se teremos público ou ele será virtual como vem ocorrendo nos jogos da NBA, segunda divisão da Liga Uruguaia e vai ocorrer na Liga Mexicana.

A paixão dos torcedores do Flamengo, Quimsa e San Lorenzo no basquete.

A questão da bolha ser usada para o jogo da semifinal e final da primeira edição da competição

A FIBA analisa a possibilidade da conclusão da Champions League Américas ser realizada em um país diferente dos finalistas – México ou Uruguai. Os dois países com sinais claros de redução no número de casos e mortes por Covid-19 e os clubes nacionais assim como suas Ligas já terem executados e aperfeiçoados seus protocolos no basquete contra a Covid-19.

Antel Arena, no Uruguai, poderá voltar a receber o Flamengo em uma competição internacional

A mudança para uma sede “neutra” ocasionaria a perda de uma conquista adquirida em quadra que era do clube de melhor campanha de ter o mando de decisão na sua cidade. Mas em razão da saúde e a preservação de todos acaba sendo compreensível que tal medida possa acabar sendo adotada se necessária.

A FIBA deverá aguardar um posicionamento oficial dos governos locais tanto da Argentina e do Brasil para decidir de fato sobre o local dos jogos ou se terá mesmo que ocorrer em sede neutra.

O Garrafão Rubro-Negro precisa da sua assinatura no PIC PAY, a partir de 10 reais, para continuar existindo e dar continuidade ao seu trabalho jornalístico independente. E ajudando o Garrafão, um dos benefícios é você concorrer a uma camisa oficial e casual no final da temporada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.