Retrospecto recente – o ótimo desempenho do Flamengo contra clubes argentinos em competições internacionais

O duelo entre clubes brasileiros e argentinos sempre proporcionaram uma disputa tática, mental e física em quadra. E nas duas últimas temporadas, o Flamengo quando teve a oportunidade de encarar equipes argentinas em competições internacionais acabou tendo um retrospecto bem favorável, até a derrota serviu para ajustes fundamentais na sequencia de toda a temporada.

O blog Garrafão Rubro-Negro apresenta esse retrospecto do time rubro-negro contra os times argentinos na era Gustavo De Conti.

Liga Sul-Americana 2018

Fase de classificação – Libertad 86 x 98 Flamengo

Na estreia da competição, o Flamengo encarou o Libertad, em Sunchales, na Argentina. E o duelo contra essa equipe argentina tradicional acabou sendo marcada pelo equilíbrio. O Libertad fez um bom primeiro tempo e para isso contou com uma boa regularidade do seu sistema coletivo. Mesmo com os pontos de Marquinhos no primeiro tempo, o Flamengo terminou atrás do marcador – 47 a 39.

O Flamengo voltou com outra postura para o terceiro quarto e mostrou outra intensidade nos dois lados da quadra. O time rubro-negro encostou no placar nos minutos iniciais e deixou a partida ainda mais equilibrada. No último quarto, os pontos de Deryk Ramos e Marquinhos acabaram sendo fundamentais para a vitória rubro-negra em plena Argentina.

Fase semifinal – Flamengo 84 x 91 Instituto

Atuando em casa, o Flamengo tinha como objetivo chegar a final da Liga Sul-Americana e encarou o Instituto de Córdoba na abertura do quadrangular semifinal realizado na Arena da Barra.  O time rubro-negro viu logo nos minutos iniciais que o time argentino daria trabalho, e apesar da boa atuação de Marquinhos no primeiro quarto, a equipe rubro-negra terminou o primeiro quarto atrás no placar – 22 a 20.

O equilíbrio no placar continuou durante todo o segundo quarto e o Instituto se mostrou muito bem postado taticamente e o Flamengo respondia com as jogadas individuais de Davi Rossetto e Marquinhos. No terceiro quarto, o Instituto castigou ainda mais a defesa rubro-negra com os arremessos do perímetro com Facundo Piñero e Luciano Gonzalez e abriu boa diferença para o último quarto – 67 a 60.

No último quarto, o Flamengo bem que tentou esboçar uma reação e ficar próximo do placar, mas a frieza do time argentino nos minutos finais acabou por fazer a diferença e confirmou a vitória em solo carioca. Essa derrota acabou servindo de aprendizado para o Flamengo fazer ajustes no restante da temporada que culminaria na conquista de mais um título do NBB.

Torneio Internacional da NBA G-League, no Uruguai, no começo da atual temporada

Flamengo 71 x 67 San Lorenzo

Na segunda rodada do torneio promovido pela NBA, no Uruguai, o Flamengo teve o confronto decisivo contra o San Lorenzo, uma das maiores potências das Américas, para avançar a fase semifinal. E o jogo foi marcado por variações táticas e um final emocionante.

O San Lorenzo começou melhor a partida e conseguiu abrir a parcial de 15 a 4 no placar, mas as jogadas de Deryk Ramos ajudaram o Flamengo a reduzir a diferença no final do primeiro quarto. No segundo período, o time rubro-negro melhorou seu sistema coletivo, com os pontos de Marquinhos e Olivinha, o Flamengo assumiu a liderança da partida no final do primeiro tempo – 32 a 29.

Na volta do intervalo, o San Lorenzo maltratou a defesa rubro-negra dentro do garrafão com as jogadas de Esteban Batista. O Flamengo não conseguiu repetir a mesma atuação do segundo período e foi para o quarto decisivo com a desvantagem no placar – 60 a 58.

Flamengo no último quarto soube ter frieza para não se desesperar com o placar desfavorável e foi buscar a reação aos poucos dentro da partida. Seja o time titular ou os jogadores que vieram do banco de reservas ajudaram para a construção de uma grande virada.  A cesta e falta em cima do armador argentino Franco Balbi acabaram por confirmar essa vitória rubro-negra.

Champions League Américas

Fase de classificação

Instituto 75 x 83 Flamengo

Na estreia da competição, o Flamengo contou com o Instituto de Córdoba ansioso em quadra no começo da partida e soube se aproveitar disso com os pontos de Rafael Mineiro e Zach Graham para abrir uma boa diferença no final do primeiro período – 25 a 10. O aproveitamento coletivo do Flamengo caiu no segundo quarto e o time argentino com as jogadas de Raasean Davis acabou por reduzir a desvantagem para 2 pontos no final do primeiro tempo – 37 a 35.

O terceiro quarto foi marcado pelo equilíbrio. Dwayne Davis e Santiago Scala chamando a responsabilidade pelo Instituto. O Flamengo respondeu com os pontos de Franco Balbi e Marquinhos.  E no último quarto, o time rubro-negro soube ser frio com as jogadas de Marquinhos e os arremessos de três de Franco Balbi ajudou a confirmar uma vitória importante do Flamengo na estreia da competição.

Flamengo 81 x 74 Instituto

Atuando na Arena Carioca 1, o Flamengo fez um bom trabalho defensivo no primeiro período e contou com a regularidade do seu ataque para ter uma boa parcial no final do quarto – 21 a 10. Com os pontos de Lucas Reyes e Martin Cuello, o Instituto esboçou uma reação durante o segundo período, mas os pontos de Léo Demetrio e Marquinhos foram essenciais para o Flamengo ir para o vestiário com a vantagem – 42 a 36.

Com a boa atuação do trio formado por Franco Balbi, Marquinhos e Rafael Mineiro, o time rubro-negro consolidou sua liderança no desenrolar do terceiro quarto e conseguiu ir para o último quarto com a diferença de 12 pontos. O Flamengo caiu de rendimento no último quarto, permitindo que o Instituto reduzisse a diferença para 1 ponto, mas a frieza de Franco Balbi e Marquinhos fizeram a diferença para o Flamengo no fim, para a alegria da sua torcida que estava presente no ginásio.

Marquinhos é um dos destaques do Flamengo contra o Instituto. (FIBA)

Semifinal – Instituto 54 x 63 Flamengo

Apoiado por sua fanática torcida, o Instituto de Córdoba começou bem a partida com as jogadas armadas por Gaston Whelan.  Mas o Flamengo soube controlar sua ansiedade na estreia da competição e com os pontos de Marquinhos e Olivinha terminou a primeira parcial da partida na liderança. O segundo quarto acabou sendo marcado por um baixo aproveitamento ofensivo das duas equipes e isso permitiu que o Flamengo permanecesse com a vantagem de 7 pontos no placar no intervalo – 35 a 28.

O Flamengo sobrou na volta do intervalo seja com os pontos de Eloy Vargas, Leo Demétrio e Olivinha e ampliou ainda mais sua liderança no final do terceiro quarto.  Com Gaston Whelan e Germain Jordan, o Instituto tentou encostar no placar, mas os pontos de Eloy Vargas e um bom volume de rebotes ajudaram o Flamengo a vencer a primeira partida da semifinal que foi realizada na Argentina.

Flamengo 66  x 64 Instituto

Épico. O segundo jogo da semifinal entre Flamengo e Instituto, no Maracanãzinho, no começo de março desse ano acabou de uma forma que o torcedor rubro-negro sempre irá se lembrar. Com excelente atuação do seu sistema defensivo, o Instituto de Córdoba fez um primeiro tempo praticamente perfeito. O Flamengo não se encontrou nos dois lados da quadra e foi para o vestiário com a desvantagem de 20 pontos – 41 a 21.

Com as jogadas de Olivinha e Rafael Mineiro, o Flamengo começou a reduzir a diferença no placar durante o terceiro quarto.  Mas os pontos de Martin Cuello ajudaram o Instituto a ir para o terceiro quarto com a diferença de 12 pontos – 52 a 40.

O Instituto pareceu desgastado fisicamente pela intensidade feita nos quartos anteriores e isso permitiu o Flamengo a ter eficiência e competência para uma virada épica durante o último quarto. Os pontos de Marquinhos, Olivinha e Rafael Mineiro ajudaram o time rubro-negro a conquistar uma vitória que parecia ser impossível acabar sendo confirmada e consequentemente a vaga para a final da Champions League Américas.

Final da Champions League Américas

O Flamengo aguarda o vencedor de Quimsa e San Lorenzo na decisão. Ela que deverá ocorrer no final de junho. E fica a expectativa de mais um confronto contra um time argentino e com esse retrospecto recente, não tem como não ficar otimista.

Seja assinante do Garrafão Rubro-Negro , ajude a manter o projeto, concorra a ingressos para os jogos do Flamengo no Rio de Janeiro e uma camisa oficial no final da temporada:

https://www.catarse.me/garrafao_rubro_negro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.