Nicolas Laprovittola – Da passagem pelo Flamengo ao auge no Real Madrid na Espanha

Juventude e com certeza podemos afirmar que foi um dos maiores argentinos que já defendeu o basquete do Flamengo na sua história. O blog Garrafão Rubro-Negro apresenta uma matéria especial sobre o armador Nicolás Laprovittola. Como o Flamengo foi importante na sua evolução como jogador, quais foram os próximos passos do argentino após a sua saída do clube da Gávea.

A trajetória

O primeiro encontro de Nicolas Laprovittola com o Flamengo foi em 2012, mas ainda como adversário. O armador defendia o Lanus, da Argentina, e teve a oportunidade de enfrentar o Flamengo em duas oportunidades naquela temporada – amistoso de pré-temporada na Argentina e na Liga das Américas.  E já nessas partidas, a atuação de Laprovittola já chamou a atenção de todo o Flamengo.

E Laprovittola acabou sendo contratado pelo time rubro-negro na outra temporada. E alguns duvidaram da escolha do Flamengo na época por esse armador argentino. Visto que teria uma possibilidade de outro argentino disponível no mercado – Facundo Campazzo. Mas logo nos primeiros jogos pelo Flamengo e principalmente na estreia do time rubro-negro no NBB contra o Brasília naquela temporada, Laprovittola provou que a escolha foi acertada.

E não demorou muito para Laprovittola acabar virando um dos jogadores favoritos junto ao torcedor rubro-negro. Popularmente chamado como “Nico”, ele acabou sendo um dos protagonistas do time na conquista do NBB na temporada 2013/2014 e deu boa contribuição para a conquista da Liga das Américas.

A ótima primeira temporada pelo Flamengo colocou-se em dúvida se o argentino iria permanecer no clube rubro-negro por mais uma temporada, ainda mais tendo o mercado europeu de basquete tendo os olhos voltados para o armador. Mas Laprovittola permaneceu no Flamengo por mais uma temporada e manteve um bom desempenho dentro de quadra.

Na sua segunda temporada pelo Flamengo, Laprovittola foi o MVP na conquista do Mundial diante do Maccabi Tel-Aviv e teve uma importante participação na campanha do time no playoff do NBB que culminou em mais uma conquista nacional para o time rubro-negro.

Laprovittola foi o MVP do Mundial conquistado pelo Flamengo em 2014. (FIBA)

E após a conquista do NBB, Laprovittola se despediu do Flamengo, mas nunca esquecendo a importância do clube rubro-negro na sua projeção profissional e sempre que pode não esconde o seu carinho pelos torcedores rubro-negros.

Números de Laprovittola no Flamengo – considerando competição nacional e internacional

Primeira temporada – média

41 jogos – 14,8 pontos – 5,1 assistências – 1,0 roubadas de bola

Segunda temporada – média

43 jogos – 12,8 pontos – 5,8 assistências – 1,2 roubadas de bola

Lances de Laprovittola no segundo jogo do Mundial em 2014

Passagem rápida pelo basquete da Lituânia e Espanha após a saída do Flamengo

Após a passagem pelo Flamengo, Laprovittola defendeu o time Movistar Estudiantes, da Liga ACB, por 20 jogos, e teve média de 13,8 pontos por jogo. E também passou pela tradicional equipe lituana do Lietuvos Rytas – foram 27 partidas defendendo a equipe.

O aprendizado na passagem pela NBA no San Antonio Spurs na temporada 2016/2017

Foram poucos jogos, mas o aprendizado de atuar na maior liga de basquete do mundo e ter o técnico Gregg Popovich como técnico acabou por ajudar o amadurecimento ainda maior do basquete de Nicolas Laprovittola. E essa passagem mesmo que rápida com certeza deixou as portas abertas para uma volta futura.

A volta ao basquete europeu e uma mistura de sentimentos – de poucas oportunidades ao auge na maior liga do continente

Após a passagem pela NBA, Laprovittola voltou para a Espanha e defendeu o time do Baskonia, na Liga ACB, mas não conseguiu manter um bom rendimento que teve anteriormente no Estudiantes. Poucos jogos relacionados e a média de pontuação abaixo de 10 pontos na temporada.

Em baixa, o argentino foi buscar uma oportunidade no basquete russo, no time do Zenit, mas o cenário do Baskonia se repetiu e até chegou a ficar fora dos relacionados de alguns jogos.

E Laprovittola resolveu recomeçar novamente e buscar espaço novamente na ACB, em uma equipe que pudesse lhe oferecer um tempo de quadra e um treinador que pudesse enxergar nele todo o seu potencial. E a escolha no Joventut Badalona marcou a virada de Laprovittola e o recomeço da sua carreira profissional com ótimos números.

Na sua segunda temporada no Joventut Badalona, Laprovittola foi eleito o MVP da fase regular da competição e seu ótimo rendimento em quadra acabou chamando a atenção do Real Madrid. Que o contratou logo após o encerramento dessa temporada e o armador argentino é atualmente uma das peças importantes na rotação da equipe espanhola treinada por Pablo Laso.

Laprovittola em ação pelo Real Madrid. (Liga ACB)

NESSE MOMENTO DE PANDEMIA DO CORONAVIRUS, FIQUE ATENTO AS INFORMAÇÕES DO MINISTÉRIO DA SAÚDE. CONFIRA ESSAS RECOMENDAÇÕES PELO SITE – HTTPS://CORONAVIRUS.SAUDE.GOV.BR/

Seja assinante do Garrafão Rubro-Negro , ajude a manter o projeto, concorra a ingressos para os jogos do Flamengo no Rio de Janeiro e uma camisa oficial no final da temporada:

https://www.catarse.me/garrafao_rubro_negro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.