Reação ÉPICA – Flamengo tira 20 pontos de desvantagem e chega à decisão da Champions League Américas

Emoção, dramaticidade e uma classificação com o jeito de ser rubro-negro. A partida entre Flamengo e Instituto de Córdoba no Maracanãzinho foi rodeado por drama no primeiro tempo e uma reviravolta histórica por parte do Flamengo no segundo tempo. Liderados por Marquinhos e Olivinha, o Flamengo tirou uma desvantagem de 20 pontos e ganhou a partida por 66 a 64.

Um Instituto mais eficiente no seu sistema coletivo no primeiro quarto

O Flamengo abriu o placar com três pontos do experiente Olivinha. Mas depois disso, o clube rubro-negro se mostrou meio ansioso em quadra e acabou sendo maltratado defensivamente pelo bom jogo de transição e seleção de arremessos do Instituto de Córdoba. Com as jogadas de Martin Cuello e Sam Clancy, o Instituto acabou terminando a parcial do primeiro período a frente – 19 a 12

O apagão rubro-negro e o Instituto dispara no placar durante o segundo período

O Flamengo provou do seu próprio veneno durante a realização do segundo período. O time rubro-negro teve um péssimo aproveitamento na linha de três pontos e viu o Instituto de Córdoba punir a sua defesa com os bons chutes no perímetro de Martin Cuello e Santiago Scala. O Flamengo não se encontrava na defesa e foi para o vestiário com a desvantagem de 20 pontos – 41 a 21.

Flamengo começa a sua reação no terceiro quarto no embalo da sua torcida

O Flamengo voltou do vestiário com outra postura em quadra e buscou logo reduzir bem a diferença no placar com os pontos de Olivinha e Rafael Mineiro. O Instituto conseguiu manter a boa vantagem na metade do período com os arremessos dentro do garrafão com Santiago Scala e Martin Cuello. Os pontos de Léo Demétrio e Olivinha ajudaram o Flamengo a ir para o quarto decisivo com uma desvantagem menor – 52 a 40.

Uma aula de entrega defensiva e uma virada épica do Flamengo

Com pontos de Marquinhos e Olivinha, o Flamengo fez o improvável e histórico dentro de quadra. Foi buscar o empate no decorrer do último quarto em 54 a 54. A torcida não parava de cantar e o time virou a partida com o arremesso de três de Rafael Mineiro. O jogo ficou imprevisível, mas os arremessos livres de Deryk, Marquinhos e Olivinha sacramentaram algo histórico e que jamais será esquecido pelo torcedor – uma vitória épica em competição internacional.

O Flamengo terá o mando de quadra na final da Champions League Américas, melhor de 3 jogos e aguarda o vencedor da série entre Quimsa e San Lorenzo. A final da competição não tem datava prevista em razão da crise mundial do coronavirus.

Destaques da vitória ÉPICA do Flamengo

Olivinha – 20 pontos

Marquinhos – 18 pontos

Rafael Mineiro – 8 pontos

Zach Graham – 7 pontos

Seja assinante do Garrafão Rubro-Negro , ajude a manter o projeto, concorra a ingressos para os jogos do Flamengo no Rio de Janeiro e uma camisa oficial no final da temporada:

https://www.catarse.me/garrafao_rubro_negro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.