Flamengo peca nos lances livres e perde para o Minas na segunda prorrogação no NBB

Em um duelo entre dois favoritos ao titulo do NBB dessa temporada, os detalhes acabaram fazendo toda a diferença. O jogo acabou sendo equilibrado, mas a partir do terceiro quarto, o Minas passou a ter um volume de rebotes melhor e o Flamengo teve uma noite desastrosa nos lances livres. E isso fez toda a diferença no jogo que foi decidido na segunda prorrogação com a vitória do Minas por 95 a 91.

Franco Balbi e Marquinhos dominam as ações ofensivas do Flamengo no primeiro período

O time rubro-negro teve um bom aproveitamento do seu ataque durante todo o primeiro quarto e isso muito se deve a boa atuação da dupla – Franco Balbi e Marquinhos. Os dois assinalaram 7 e 8 pontos respectivamente. Minas teve o norte-americano Devon Scott com jogador mais regular no período, mas terminou atrás do marcador – 23 a 16.

As duas equipes falham na leitura no ataque durante o segundo quarto

Tanto Flamengo e Minas não tiveram um bom aproveitamento nos arremessos no transcorrer do segundo período. Zach Graham foi o maior pontuador no quarto, já a equipe do Minas não teve nenhum jogador com grande eficiência ofensiva. Com esse quadro, o Flamengo ainda conseguiu manter a boa vantagem no marcador no final do primeiro tempo – 36 a 28.

Flamengo e Minas voltam a se destacar com o bom aproveitamento ofensivo

O terceiro período foi marcado por um bom volume ofensivo das duas equipes. Pelo lado do Flamengo, a regularidade na pontuação ficou com Marquinhos. Já pelo Minas, Leandrinho e Tyrone chamaram a responsabilidade e ajudaram a equipe mineira a encostar no marcador no final do período – 60 a 55.

Falhas nos lances livres do Flamengo levam o jogo para a prorrogação

Contra um dos favoritos ao NBB, errar lance livre é permitir a reação ainda maior do adversário dentro da partida. Foi o que aconteceu no quarto decisivo. Leandrinho e Alex chamaram a responsabilidade e levaram o Minas ao empate no placar, levando o jogo para a prorrogação.

Alternância de cestas nas prorrogações e o Flamengo voltar a pecar nos lances livres que determina a derrota

Flamengo e Minas fizeram um jogo que acabou só sendo definido na segunda prorrogação. Na primeira, o time rubro-negro teve a chance de terminar com a vitória pelos lances livres que tinha para cobrar em quadra, mas o aproveitamento 57 %, permitindo uma nova prorrogação. Na segunda prorrogação, o Flamengo até chegou a ficar a frente do marcador, mas no comparativo com o Minas nos lances livres no último quarto, o aproveitamento melhor do Minas fez toda a diferença – 60% a 50%,

Destaques do Flamengo

Marquinhos – 22 pontos

Franco Balbi – 15 pontos

Zach Graham – 15 pontos