Marquinhos e Gustavo Panchi Barrera comentam a classificação rubro-negra para a fase semifinal da Champions League Américas

Por Enéas Lima e Matheus Subtil

O Flamengo é a única equipe brasileira garantida no momento na fase semifinal da primeira edição da Champions League Américas. O time rubro-negro soube ter o controle de todo o jogo diante do Fuerza Régia e não teve trabalhos para confirmar sua classificação. O blog Garrafão Rubro-Negro conversou com o ala Marquinhos e o armador uruguaio Gustavo Panchi Barrera sobre a vitória do Flamengo diante do Fuerza Regia e a expectativa para a próxima fase da competição.

Marquinhos – ala

A análise do resultado diante do Fuerza Régia

“Um resultado muito bem-vindo por tudo que passamos durante essa semana, tivemos um revés dentro de casa no Super 8,  mas depois a gente foi uma equipe briosa, tivemos uma viagem longa até o México, jogamos focados nesses jogos e atuamos com muita força e determinação esse playoff, pois a gente sabia  que esse grupo montado pelo Flamengo essa temporada quer mais e vamos em busca de mais. E agora já teremos a volta do NBB e queremos voltar com tudo para ficar na primeira posição.”

O resultado ruim do Super 8 e a resposta imediata de todo o elenco em quadra

“É difícil você perder um campeonato do lado do nosso torcedor em casa. Mas vida que segue, temos que continuar, pois o nosso objetivo é muito maior do que ganhar um Super 8. A gente quer ganhar essa Champions League Américas. Estamos invictos na Champions League e estamos atuando muito bem. Estamos jogando com determinação e lutando por todas as bolas.  Estamos na semifinal e estamos felizes.”

A expectativa da semifinal da competição e o adversário ainda indefinido

“Está bem aberto.  Difícil para nós cravar entre Real Esteli ou Instituto. Mas o torcedor pode ter a certeza que entraremos com tudo em quadra para chegarmos a essa final.”

Gustavo Panchi Barrera – armador uruguaio

Os primeiros dias de Flamengo e a alegria de integrar o elenco dessa qualidade

“É muito fácil essa minha adaptação, ainda mais pela oportunidade de jogar ao lado dos jogadores dessa qualidade. Estou muito contente com esse meu momento e espero continuar crescendo dentro do time. E jogar com o Eloy Vargas é fácil, ainda mais por termos já atuados juntos na Liga Argentina.”

Seja assinante do Garrafão Rubro-Negro , ajude a manter o projeto, concorra a ingressos para os jogos do Flamengo no Rio de Janeiro e uma camisa oficial no final da temporada:

https://www.catarse.me/garrafao_rubro_negro