Fuerza Régia – a imprevisibilidade do campeão mexicano no caminho rubro-negro na fase eliminatória da Champions League Américas

As equipes mexicanas na primeira edição da Champions League Américas resolveram fazer uma aposta arriscada na fase de classificação do torneio e montaram equipes alternativas para entrarem em quadra, dando preferência a reta final da Liga Nacional Mexicana. Mas nem todas eles obtiveram o êxito esperado. O Capitanes foi eliminado e o Fuerza Régia se classificou para as quartas de final com uma vitória na última rodada e terá o Flamengo como adversário a partir de quinta-feira.

O blog Garrafão Rubro-Negro apresenta um panorama geral do que é o Fuerza Régia, o atual campeão da Liga Mexicana, quem são seus destaques, quem poderão ser suas novidades em quadra e como a sua torcida acaba por adotar um pouco da cultura brasileira nos jogos do time.

Poderio econômico e a parceria com outras equipes da Liga Mexicana ajudaram o Fuerza Régia na primeira fase da competição

Com um calendário desgastante da Liga Nacional, o Fuerza Régia acabou contando com a parceria de algumas equipes mexicanas que acabaram por ceder jovens jogadores de potencial para integrar uma equipe alternativa durante os jogos da primeira fase da Champions League Américas. A falta de entrosamento acabou ficando evidente nos confrontos da equipe contra o Real Esteli, da Nicarágua, mas o confronto direto contra o Capitanes, o time conseguiu obter o resultado necessário para avançar de fase.

E para valorizar a construção dessa equipe e com o objetivo de ter um trabalho consistente, o Fuerza Régia escalou o assistente técnico da equipe principal para ser o comandante principal durante a fase de classificação.

Desses novos jogadores que integraram o Fuerza Regia nesse período, os destaques ficaram por conta do ala-armador Julio Ybarra e o ala Omar de Haro. Omar de Haro que foi o maior pontuador da equipe na primeira fase da Champions com a média de 29,5 pontos por jogo.

Fuerza Régia sem sua principal referência no garrafão para o duelo contra o Flamengo

O time mexicano contará com uma baixa inesperada para o confronto contra o Flamengo a partir de quinta-feira, em Monterrey, no México, na primeira partida das quartas de final da Champions League Américas. O pivô Joshua Ibarra, eleito uma das revelações da atual temporada e destaque na Champions League Américas, sofreu uma lesão ligamentar e só irá retornar as quadras no início de fevereiro.

Classificação antecipada no playoff da Liga Mexicana e o grande impacto que pode ocorrer na equipe do Fuerza Régia na Champions League

Se o objetivo era continuar com uma campanha forte na Liga Mexicana, o Fuerza Régia já conquistou esse objetivo. E foi a primeira equipe a se classificar para a final de conferencia leste nessa temporada e só voltará a atuar pela competição após as quartas de final da Champions League Américas.

E com esse grande intervalo entre os jogos, o time deverá fazer mudanças significativas em algumas peças relacionadas para o duelo contra o Flamengo. Entre elas, a equipe mexicana deverá contar com o bom ala-pivô norte-americano Jordan Glynn e do ala-armador porto-riquenho David Huertas, um dos jogadores mais versáteis da seleção na última Copa do Mundo de Basquete da China.

Cristian Cortes na armação e a atenção redobrada que a defesa rubro-negra precisará ter com esse bom armador argentino

A experiência internacional do armador argentino Cristian Cortes, o Titi Cortes, acabou sendo fundamental na conquista da vaga do Fuerza Régia para a fase de quartas de final da Champions League Américas. Cortes não foi somente bem nas assistências, eficiência nos arremessos de três pontos como também é um dos lideres em roubos de bola da competição dessa temporada.

O armador argentino Cristian Cortes é um dos grandes destaques do Fuerza Régia na Champions League Américas. (FIBA)

Do Ilariê ao sertanejo brasileiro universitário – a integração da cultura brasileira dentro da torcida do Fuerza Régia

Se os brasileiros há muito tempo são fãs da cultura mexicana seja pelos seriados, novelas, o mesmo podemos falar nessa situação esportiva no que se refere ao modo que a torcida do Fuerza Régia acabou por integrar músicas tradicionais brasileiras nos jogos e através de suas adaptações acabam por incentivar seu time nos jogos seja na Liga Mexicana e na Champions League Américas dessa temporada. Nos jogos contra o Real Esteli e Capitanes pela fase de classificação da Champions League Américas, a torcida do Fuerza cantou por várias vezes no jogo a música Ilariê na sua versão em espanhol para dar um maior apoio aos jogadores em quadra.

A torcida do Fuerza Régia e a adaptação de um pouco da cultura brasileira nos jogos da equipe.(FIBA)

Playoffs da Champions League Américas – Quartas de final

Jogo 1 – Quinta – Fuerza Régia x Flamengo, às 22:30, em Monterrey, no México

Jogo 2 – Domingo – Flamengo x Fuerza Régia, às 19:30, na Arena Carioca 1

Ingressos já a venda para essa partida – https://www.ingressorapido.com.br/event/33880-1/d/68859

Jogo 3 – Terça – Flamengo x Fuerza Régia, às 19:30, na Arena Carioca 1

Todos os jogos com a transmissão do DAZN.

Seja assinante do Garrafão Rubro-Negro , ajude a manter o projeto, concorra a ingressos para os jogos do Flamengo no Rio de Janeiro e uma camisa oficial no final da temporada:

https://www.catarse.me/garrafao_rubro_negro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.