Os desafios do Flamengo na primeira fase da Champions League Américas

A Champions Legue, a nova Liga das Américas de basquete, começa na próxima semana com seu novo formato (sem sede fixa e com jogos de ida e volta) e com uma quantidade menor de clubes participantes (12 times). O Flamengo conquistou a vaga na competição após a conquista da Copa Super 8 em dezembro do ano passado e no papel é um dos principais candidatos ao título da competição.

O campeão da Champios League Américas, temporada 2019/2020, terá vaga na Copa Intercontinental 2021.

O blog Garrafão Rubro-Negro analisa os adversários do Flamengo no grupo C da competição:

Club Deportivo Valdivia – Chile

Atual campeão da Liga Chilena, o Clube Deportivo Valdívia será o representante do país no torneio e irá contar com alguns jogadores que tiveram passagens pela seleção da Colômbia e pela Liga Argentina, são os casos dos pivôs Hanner Mosquera e Nacho Alessio respectivamente.

Resultados da equipe chilena até aqui na temporada:

CD Valdivia 71 x 77 CD Las Ánimas

CD Valdivia 88 x 81 CEB Puerto Montt

CD Castro 98 x 79 CD Valdivia

CD ABA Ancud 68 x 69 CD Valdivia

Atlético Puerto Varas 75 x 76 CD Valdivia

O norte-americano Rashad Madden é o maior pontuador da equipe chilena até o momento nessa temporada e tem como uma das suas principais virtudes um bom arremesso de três pontos.

O CD Valdivia vem realizando contratações pontuais para melhorar o nível técnico da sua equipe e anunciou recentemente o experiente norte-americano Larry O’Bannon Jr.

Os principais desafios do Flamengo contra o CD Valdivia:

– Saber diminuir o volume ofensivo da equipe chilena nos arremessos de três.

– Conseguir equilibrar o número de rebotes ainda mais em razão da equipe chilena ter jogadores no garrafão com grande experiência em competições de grande nível.

Datas dos duelos entre Flamengo e CD Valdívia:

29 de outubro – CD Valdivia x Flamengo, às 19:30, no Chile

29 de novembro – Flamengo x Valdivia, às 21:30, ginásio a definir no Rio de Janeiro

Instituto de Córdoba – Argentina

O carrasco do Flamengo na edição passada da Liga Sul-Americana na edição passada estará novamente no caminho do time rubro-negro na Champions League Américas. A equipe que perdeu várias peças importantes para o San Lorenzo, inclusive o seu treinador, ainda está em busca da sua melhor formação em quadra e está buscando se manter competitiva. A manutenção de nomes importantes como Sam Clancy, Pablo Espinoza e Gaston Whelan ajudam a equipe de Córdoba a ser um adversário perigoso nessa primeira edição da Champions League.

A equipe argentina realizou contratações importantes nessa temporada como dos norte-americanos Dwayne Davis e Davis Raasean. E também a contratação do argentino Martin Cuello, um dos jogadores que mais evoluiu dentro da Liga Argentina nas últimas temporadas. Cuello que está sendo o maior pontuador da equipe na atual temporada da Copa Super 20.

O Instituto de Córdoba nessa temporada será treinado por Sepo Ginobili, irmão de Manu Ginobili. Ele que tem larga experiência anterior no Bahia Basket e com a enorme capacidade de conseguir revelar nomes para o basquete argentino, sabendo equilibrar os seus times com jogadores experientes com capacidade técnica e atlética.

Deveremos presenciar um time argentino com um novo sistema de jogo em quadra comparado a aquele que ficou com o vice-campeonato da Liga Sul-Americana. E isso já pode ser comprovado pela atuação da equipe no Super 20, uma forma ainda mais versátil de se apresentar pro jogo.

Os principais desafios do Flamengo contra o Instituto de Córdoba:

– Diminuir o volume de jogo do armador Gaston Whelan. Ele tendo liberdade e o controle do jogo tem potencial para desequilibrar a partida.

– Conseguir equilibrar o jogo no garrafão. Será necessário ter uma boa defesa contra os pivôs da equipe argentina – e esse jogadores com características de jogo bem diferente, um pivô mais pesado e outro que é mais leve e rápido.

Datas dos duelos entre Flamengo e Instituto de Córdoba:

1 de novembro – Instituto de Córdoba x Flamengo, às 21:30, na Argentina

20 de dezembro – Flamengo x Instituto de Córdoba, às 21:30, ginásio a definir no Rio de Janeiro

Formato da Champions League Américas

Primeira fase

4 grupos com 3 times cada. Jogos de ida e volta dentro do mesmo grupo. Os dois melhores de cada grupo irão avançar as oitavas de final.

Caso consiga a vaga para a próxima fase, o Flamengo irá enfrentar algum time do grupo D da competição que conta com os seguintes times – Capitanes e Fuerza Régia (ambos do México) e Real Esteli(Nicarágua).

Oitavas de final

Fase eliminatória – Melhor de 3 jogos

Quartas de final

Fase eliminatória – Melhor de 3 jogos

Semifinal

Fase eliminatória – Melhor de 3 jogos

Final

Fase eliminatória – Melhor de 3 jogos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.