Vinicius Lima destaca a preparação física na pré-temporada rubro-negra

A torcida vive a expectativa de ver o novo elenco do Flamengo em quadra no seu primeiro jogo oficial. E esse jogo deve ocorrer no final desse mês pelo Estadual já com data prevista pela FBERJ. Enquanto isso, o orgulho da nação segue a sua pré-temporada na Gávea. O Garrafão Rubro-Negro conversou com exclusividade com Vinicius Lima, preparador físico do basquete do Flamengo, que falou de como está sendo esse processo e explicou como é o trabalho no treinamento físico com a ausência de Bruno Nicolaci que está com a seleção brasileira.

Vinicius Lima – preparador físico do basquete do Flamengo

Como está sendo pra você o desafio de dar o início a atividade física do elenco do Flamengo com a ausência do Bruno Nicolaci na seleção? Você poderia dar algum detalhe de como foi feito esse planejamento nesse período de ausência do Bruno?

“Tudo é grande um desafio, ainda mais se tratando de Flamengo, aonde somos bastante cobrados para preparar esses atletas para o longo da temporada.  Eu e o Bruno montamos um planejamento toda a temporada, ou melhor, a gente reajusta detalhes do que foi feito na temporada anterior e faz algumas mudanças conforme o time que temos em mente. E isso torna o processo mais fácil. A gente trabalha muito tempo junto e mesmo na ausência dele acaba ficando mais fácil de tocar o time. E mesmo assim a gente tem uma planilha que fica alocada numa nuvem(online) e ele acompanha em tempo real qualquer mudança que ocorra nessa planilha; E a gente se fala diretamente uma vez por semana e passamos o relatório do que foi feito naquela semana. Ele está bem por dentro do que está acontecendo com o time e quando ele voltar da seleção estará perfeitamente alinhado com a realidade dos atletas. O planejamento não é feito com a ausência do Bruno, mas com a presença dele. Antes dele ir para a seleção nós sentamos e alinhamos isso. E tivemos algumas reuniões técnicas antes de começar a temporada e isso foi feito antes do Bruno e do próprio Gustavo se reunirem com a seleção. O planejamento foi feito com ele e parte do planejamento que a gente aplica é um esboço da temporada anterior”

Recentemente você tem feito lives com jogadores que passaram ou estão no Flamengo através do seu Instagram para falar sobre basquete, carreira e até abordar questões de atividades físicas. Como surgiu essa ideia dessas lives? E acompanhando algumas delas podemos perceber que elas são bem objetivas e didáticas no seu conteúdo. Esse era o objetivo de fazer algo mais informal e mais próximo das pessoas que curtem o basquete?

“ Em relação as lives foi uma ideia que eu tive em razão de eu trabalhar com a categoria de base e o adulto eu acabo percebendo uma lacuna muito grande que existe na juventude sobre os desafios que eles se deparam, o comportamento precisa ser muito mais apurado, a percepção do lugar que eles estão, principalmente se tratando de Flamengo. Eu acredito que atletas hoje que são renomados e com certos resultados, que demonstrem um certo talento e com a experiencia de tudo que viveram eles podem passar bastante coisa para essa molecada em relação a comportamento, conduta, disciplina, hierarquia, respeito. Então a ideia foi essa de tirar isso dos atletas profissionais.”

Para terminar, como você avalia a importância de preparação física bem feita durante a pré-temporada para o êxito de uma equipe no decorrer da temporada?

“Sobre a preparação física ela se compõe de dois fatores que são interdependentes, um depende do outro digamos assim. Performance e prevenção. Um atleta bem prevenido estará sempre apto a performar melhor. Um atleta performado vai contribuir para uma melhor prevenção.  Sendo assim a preparação física vem para assumir um papel muito importante dentro do esporte como um tudo como o basquete, que é um esporte de contato, de estresse muscular muito grande. É um esporte que o atleta é exigido numa intensidade muito alta. A preparação física nessa pré-temporada vem para ajudar o atleta a ter um lastro muscular que ele possa receber a carga de jogos e treinos muito grande e essa carga muscular acabe por suportar isso e para condicionar mesmo a esse esporte que tem uma característica intermitente. O atleta atinge um nível de desconforto e tem que permanecer ali por um tempo indeterminado. O time que o Gustavo trabalha hoje tem muitos contra ataques, então exige muito doas atletas e é um técnico muito consciente de como ele deve utilizar esses atletas. A gente tem uma contribuição muito grande em razão de toda a liberdade que ele nos dá para trabalhar e isso facilita muito o nosso trabalho. A preparação física hoje é extremamente necessária.”

O Garrafão Rubro-negro precisa da sua assinatura para continuarmos a nossa cobertura do orgulho da nação. Faça sua assinatura a partir de 10 reais por mês. Conteúdos exclusivos e sorteio de camisas oficiais, casuais e par de ingressos durante a temporada.
Apoia-se – apoia.se/garrafaorn
Pic Pay – @GarrafaoRN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.