Gustavo De Conti destaca a atuação contra o Boca Juniors como uma das melhores da temporada

O basquete do Flamengo ainda vive um processo de amadurecimento do seu sistema de jogo coletivo e ainda longe do seu ideal. As oscilações de desempenho nesse momento da temporada acabam sendo naturais. Depois de atuações fracas no NBB, o Flamengo teve uma ótima atuação diante do Boca Juniors na estreia da Champions League Américas Em entrevista ao Garrafão Rubro-Negro, Gustavo De Conti e Olivinha comentaram o resultado.

Gustavo De Conti – técnico

A atuação e o placar como foi construído poderíamos dizer que foi a melhor atuação do Flamengo nessa temporada?

“O time está oscilando você sabe disso e está acompanhando bem. O time está oscilando muito pra cima e muito pra baixo. A gente vem buscando não oscilar tanto com mais estudos, conversas e vídeos do que a carga tática. Acredito que está entre as duas talvez. Lembrando rápido assim, a atuação contra o Minas foi fundamental e foi contra uma grande equipe. Contra o Minas a gente não deixou dúvidas. E contra o Boca Juniors não deixamos dúvidas também.

A importância de ter o norte-americano Brandon Robinson na rotação da equipe contra o Boca Juniors?

“O Brandon Robinson é isso, um excelente pontuador, ele sabe e está entendendo que ele precisa fazer outras coisas, não só pontuar, e contra o Boca eu não destaco nem as bolas que ele fez no ataque, eu destaco a presença dele nos rebotes, tanto de um lado quanto do outro, a presença dele na defesa, isso foi fundamental.  Dou exemplo do Dar Tucker também, no ataque ele não foi bem, mas na defesa e nos rebotes, ele foi fundamental. Na minha opinião, o Tucker jogou tão bem quanto o Brandon.”

O que esperar do jogo contra a Universidad Concepcion, do Chile, amanhã, no Maracanãzinho?

“Nesse sábado a gente vai ver o time deles melhor, a gente tem poucos jogos deles, a gente conhece bem os jogadores individualmente. Vamos ver como equipe como eles estão. O jogo deles contra o Boca Juniors teremos uma prova.”

Olivinha – ala-pivô

Como tu analisaria o que foi o desempenho do time do Flamengo contra o Boca Juniors vindo de atuações não tão boas da equipe pelo NBB?

“Uma excelente vitória. A gente sabia que estávamos atuando em casa e tínhamos o apoio da nossa torcida e sem dúvida um clássico contra o Boca Juniors, uma equipe argentina, isso deixa todo mundo motivado. A gente não fez bons jogos do NBB como você falou, mas a gente virou o chip e voltou pro Rio de Janeiro, trabalhamos, colocamos a cabeça no lugar, sabíamos que ia ser um jogo duro, como foi. No segundo tempo conseguimos abrir uma vantagem e saímos com a vitória que era o nosso principal objetivo. E tenho que falar da nossa torcida que foi maravilhosa, compareceu em bom número e nos apoiou do começo ao fim e a gente tentou corresponder da melhor forma. Obrigado nação. E esperamos vocês aqui no Maracanãzinho no domingo contra o time do Chile. Estamos juntos.”

O Garrafão Rubro-negro precisa da sua assinatura para continuarmos a nossa cobertura do orgulho da nação. Faça sua assinatura a partir de 10 reais por mês. Conteúdos exclusivos e sorteio de camisas oficiais, casuais e par de ingressos durante a temporada.

Apoia-se – apoia.se/garrafaorn

Pic Pay – @GarrafaoRN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.