Análise em números –  o retrospecto recente de Fabian Sadhi e Túlio da Silva em quadra

O Flamengo nessa temporada optou por dar a oportunidade a um jovem com enorme potencial técnico e tático – o brasileiro Túlio da Silva – e também dar a chance do armador argentino Fabian Sahdi demonstrar no orgulho da nação todas as suas virtudes como jogador que acabaram sendo elogiadas merecidamente por torcedores dos seus antigos clubes – Unifacisa, Rio Claro e São José. Sahdi tem o contrato de três meses com o Flamengo até a recuperação total do seu compatriota Franco Balbi.

O Garrafão Rubro-Negro apresenta um levantamento em números do retrospecto desses jogadores recentemente em quadra.

Armador argentino Fabian Sahdi

Temporada 2018/2019 – São José

25 jogos – 10,1 pontos – 1,4 roubadas de bola – 7,2 assistências – 3,2 rebotes por jogo

Temporada 2019/2020 – Rio Claro

16 jogos – 11,8 pontos –  0,7 roubadas de bola – 6,3 assistências – 2,3 rebotes por jogo

Temporada 2020/2021 – Unifacisa

6 jogos – 6,2 pontos – 0,9 roubadas de bola – 4,6 assistências – 2,2 rebotes por jogo

Análise

Partindo do ponto de fazer uma comparação bruta com o argentino Franco Balbi já seria um erro. Na análise do Garrafão Rubro-Negro, Fabian Sahdi é um armador clássico e com uma leitura de jogo muito boa e que sempre busca na maioria do jogo pensar mais no coletivo da sua equipe, pode ter seus momentos de individualidade e querer ser o protagonista, mas a virtude dele é sempre buscar o melhor posicionamento dos seus companheiros em quadra. Sahdi pode não ter a mesma genialidade de Franco Balbi, mas pode sim ser um armador bem competitivo com a camisa do Flamengo.

Ala-pivô Túlio da Silva

Temporada 2018/2019 – Missouri State – NCAA (basquete universitário dos EUA)

26 jogos – 14,2 pontos – 1,0 roubadas de bola – 0,7 assistências – 7,4 rebotes por jogo

Temporada 2019/2020 – Missouri State – NCAA (basquete universitário dos EUA)

27 jogos – 9,9 pontos – 0,6 roubadas de bola – 0,9 assistências – 7,0 rebotes por jogo

Temporada 2020/2021 – Caxias Basquete – foi emprestado pelo Flamengo para a equipe gaúcha

16 jogos – 12,0 pontos – 0,9 roubadas de bola – 0,8 assistências – 5,3 rebotes por jogo

Será a segunda experiência profissional de Túlio da Silva no Brasil. (Helena Petry/Flamengo)

Análise

Túlio da Silva recentemente teve uma passagem rápida pela Liga da República Dominicana e mostrou nesse torneio que pode sim ter um papel importante na rotação da equipe do Flamengo nessa temporada. Se ficar focado somente no seu basquete e querer evoluir tanto individualmente e coletivamente com seus companheiros, Túlio pode dar um salto enorme no seu jogo e amadurecer com o comando do técnico Gustavo De Conti. Aliás ele terá um grande técnico para auxiliar em todo esse processo. Não tem como fazer uma comparação no estilo de jogo do Túlio da Silva com Léo Demétrio. Túlio da Silva aguenta muito mais o jogo físico do 1 a 1  que o Léo Demétrio. Sendo que o Léo Demétrio tinha e tem um arremesso do perímetro mortal e essa é uma característica de jogo do Túlio que pode e deve evoluir durante toda a temporada.

O Garrafão Rubro-negro precisa da sua assinatura para continuarmos a nossa cobertura do orgulho da nação. Faça sua assinatura a partir de 10 reais por mês. Conteúdos exclusivos e sorteio de camisas oficiais e casuais durante a temporada.

Apoia-se – apoia.se/garrafaorn

Pic Pay – @GarrafaoRN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.