No caminho do rubro-negro – os novos elencos dos adversários do Flamengo a nível nacional

O Flamengo vive a expectativa e monitora o mercado buscando seu último reforço para fechar o seu elenco em breve. Enquanto isso, os adversários brasileiros do time rubro-negro se movimentaram no mercado e fizeram contratações interessantes que nesse momento no papel acabam por dar um equilíbrio maior a próxima edição do NBB.

O Garrafão Rubro-Negro começa a detalhar os novos elencos desses times e o quanto o Flamengo pode de fato ter trabalho quando for a hora de encarar esses adversários. Nessa primeira matéria da série “No caminho do rubro-negro”, iremos destacar as novidades do São Paulo, Franca, Bauru e Minas.

São Paulo

Vice-campeão do último NBB, o São Paulo teve as baixas de Jefferson William, Dawkins, Renan Lenz, Georginho e Lucas Mariano, esse último que foi eleito MVP da competição nacional. O time tricolor acertou a contratação de Caio Torres, Henrique Coelho, Alex Dória, Elinho e Marquinhos. Marquinhos que se despediu do Flamengo e acabou acertando com o São Paulo por duas temporadas. E conseguiu a manutenção de jogadores importantes no elenco como Bennett, Shamell e Isaac.

Marquinhos defenderá o São Paulo pelas próximas duas temporadas. ( São Paulo)

O time continuará sendo comandado pelo treinador Cláudio Mortari e deve oficializar em breve a contratação do norte-americano Tyrone Curnell.

O desafio do Flamengo quando for o momento de encarar o São Paulo terá que saber encontrar um equilíbrio defensivo para anular o volume ofensivo que pode aparecer do trio formado por Shamell, Tyrone e Marquinhos. E o time rubro-negro pode se favorecer caso a minutagem do São Paulo continue sendo alta em quadra nos confrontos e a intensidade quando for colocada em xeque, pode ajudar a equipe comandada por Gustavo De Conti a finalizar os jogos com o resultado positivo.

Franca

Depois de uma temporada atípica no último NBB, o time de Franca foi ao mercado e buscou reformular boa parte do seu elenco. Lucas Dias permanecerá na equipe e passará a ter companhia dos seguintes jogadores – Jhonatan Luz, Ronald, Santiago Scala(argentino), Lucas Mariano e David Jackson. Entre os mais jovens vale ressaltar a continuidade do pivô Marcio no plantel francano.

A equipe com mais uma temporada sendo comandada por Helinho Garcia deve oficializar em breve a contratação do armador Georginho. Franca teve as baixas de Andre Goes, Danilo Fuzaro e  Guilherme Hubner.

O desafio do Flamengo contra Franca durante essa temporada será demonstrar que seu banco de reservas pode fato ser mais participativo que a equipe paulista, isso não somente em pontos, mas no volume de rebotes e assistências no decorrer de cada confronto entre esses dois times. No papel e comparando o nível técnico dos estrangeiros contratados pelo Flamengo, o time rubro-negro e francano titular no papel se equivalem.

Bauru

Após não se classificar para a semifinal do NBB passado, Bauru optou por mudar o técnico para essa nova temporada e Guerrinha voltou a ser o comandante da equipe. Entre os jogadores que permanecem na equipe vale pontuar – Alex Garcia, Larry Taylor, Gabriel  Jau. As novidades do time bauruense são Enzo Ruiz, Dontrell Brite, Daviyon Draper,  Danilo Penteado, Felipe Vezaro e em breve deve ocorrer a oficialização do retorno de Rafael Hettsheimeir.

Bauru com um quinteto titular que poderá brigar pelo título da Liga Sul-Americana dessa temporada e podendo figurar novamente entre os 6 melhores na fase de classificação do NBB e podendo crescer no decorrer do playoff. O time bauruense para essa temporada teve as baixas de Gui Deodato,  Tyrone, Dikembe, Alexey Borges e Zach Graham.

O desafio do Flamengo é saber que sempre os times comandados pelo técnico Guerrinha se mostraram competitivos e novamente no comando do Bauru isso não será diferente. Ao Bauru resta os estrangeiros darem uma resposta positiva em quadra para colocar a equipe no páreo de outras equipes a nível nacional e que tem até um orçamento maior como Flamengo, São Paulo e Franca.

Minas

Depois de ficar quase na porta da final da Champions League Américas e do NBB passado, o Minas novamente com o comando de Léo Costa optou novamente por reformular por quase completo a sua equipe. As novidades dos mineiros ficam por conta de Renan Lenz, Maique, Alexey Borges, Gui Deodato, Facundo Covarlan(argentino) e Tavario Miller(norte-americano). E acertou a permanência de Gui Santos, Shaquille Johnson e Felipe Queirós.

O Minas teve as seguintes saídas do elenco nessa temporada – David Jackson, David Nesbitt, Luciano Parodi, JP Batista e Ronald.

O desafio do Flamengo antes de tudo é buscar entender e acompanhar como pode ser a formação e evolução dessa equipe mineira com os talentosos estrangeiros Covarlan e Miller. E qual pode ser o impacto que o Minas poderá ter com a presença de Renan Lenz e Alexey Borges na rotação da equipe no decorrer dos duelos contra o time rubro-negro no NBB.

O Garrafão Rubro-negro precisa da sua assinatura para continuarmos a nossa cobertura do orgulho da nação. Faça sua assinatura a partir de 10 reais por mês. Conteúdos exclusivos e sorteio de camisas oficiais e casuais durante a temporada.

Apoia-se – apoia.se/garrafaorn

Pic Pay – @GarrafaoRN

3 comentários sobre “No caminho do rubro-negro – os novos elencos dos adversários do Flamengo a nível nacional

    1. Parabéns pela matéria Enéas. Minha opinião é que o time ficou mais fraco em comparação com o ano passado. Enfim, vamos torcer para eu estar enganado.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.