Gustavo De Conti analisa a preparação rubro-negra para a final da Champions League Américas

O Flamengo vive a expectativa da viagem para o Uruguai na próxima semana para a grande decisão da Champions League Américas. Foram meses de ansiedade para essa competição que tem um peso enorme no planejamento de toda a temporada. Em virtude ainda da pandemia, a preparação da equipe acabou tendo que ser adaptada para respeitar todos os protocolos vigentes. O Garrafão Rubro-Negro entrevistou com exclusividade o técnico Gustavo De Conti que fez um balanço do que foi a preparação do Flamengo e os desafios para a grande decisão.

Gustavo De Conti – treinador

Primeiramente, Gustavo De Conti, qual a análise que você faz de como foi a preparação do Flamengo para a grande decisão da Champions League Américas?

“Considerando as circunstâncias da pandemia, conseguimos fazer uma excelente preparação. Nos apresentamos com antecipação, tivemos um ótimo período de treinos, ganhamos o título Carioca, fizemos dois amistosos em São Paulo, mais dois amistosos no Rio, com o Cerrado, enfim, temos que agradecer todo o esforço da diretoria, que nos proporcionou uma ótima preparação para a final da BCLA.”

Todos sabemos que a preparação para enfrentar um adversário seja ele em qual campeonato for sempre tem a questão de observar vídeos dos jogos dessa equipe e fazer recortes de situações que podem ocorrer no jogo. A falta de jogos dos times argentinos com seus elencos modificados e não ter essa fotografia mais clara do que pode ser esses times coletivamente em quadra, você diria que é um dos seus principais desafios como treinador nessa decisão?

“Sim. Sem dúvida é um desafio enorme. Eu sou um treinador que gosta muito de analisar o adversário minuciosamente e traçar estratégias de acordo com as características dos adversários. Essa questão será um pouco limitante, porém temos que superar isso para vencer.”

Fizemos essa pergunta após a semifinal e voltando a fazer ela depois de 7 meses daquela partida. Muitos jogadores do atual elenco do Flamengo já conquistaram títulos internacionais a nível de clubes. Você já é um treinador consagrado pelo que já fez e faz pelo basquete brasileiro, mas falta esse título internacional por um clube. O que pode representar na sua ainda jovem carreira caso esse titulo venha após essa decisão da Champions League Américas, no Uruguai?

“Sem dúvida alguma, será o jogo mais importante de toda minha trajetória como treinador. Já passei por muitas experiências como assistente técnico, nos jogos Olímpicos do Rio 2016 e no Mundial da Espanha em 2014, mas esse jogo e esse título são uma obstinação nossa, por toda a ansiedade da nossa torcida, diretoria e jogadores.”

Para encerrar gostaria que você falasse qual foi a importância de jogadores como Deryk Ramos, Leron Black, Zach Graham, Panchi Barrera, Eloy Vargas na campanha do Flamengo na Champions League Américas? E ter o favoritismo em razão da melhor campanha e do elenco montado é algo que você admite que existe ou o favoritismo no momento seria colocar uma pressão a mais em cima de todo o seu elenco?

“Esses jogadores foram muito importantes na nossa trajetória e farão muita falta nessa decisão. Infelizmente, a pandemia dificultou que eles estivessem aqui conosco, mas eles devem se sentir parte de todo o trabalho. Com relação ao favoritismo, não se trata de pressão, pois estamos no Flamengo e devemos estar acostumados com essa pressão constante, mas não nos considero favoritos. Trata-se de uma final continental, ou seja, só equipes gigantes conseguem chegar até lá. Além disso, trata-se de jogo único, e tudo se iguala mais em uma situação como essa, portanto, na minha visão, não há favorito para essa final.”

Douglas Kurtz pode ser a contratação pontual do Flamengo para a conclusão da Champions League Américas

Experiência em competição internacional e um vigor físico na construção do jogo sujo dentro do garrafão rubro-negro. Analisando esses aspectos, o Flamengo deverá anunciar a contratação pontual do pivô Douglas Kurtz para a conclusão da Champions League Américas. Kurtz defendeu o São Paulo na edição do NBB que acabou sendo cancelada.

Experiência internacional de Douglas Kurtz

Uberlândia – Liga das Américas 2014

Franca – Liga Sul-americana 2015

Vitória – Liga Sul-Americana 2017

Douglas Kurtz em ação pelo São Paulo na temporada passada.

Champions League Américas – Primeira edição

3 jogo da semifinal – dia 27 de outubro

Quimsa x San Lorenzo, às 17 horas, em Buenos Aires, na Argentina.

Final – jogo único – dia 30 de outubro

Flamengo x Quimsa ou San Lorenzo, às 20 horas, na Antel Arena, no Uruguai.

ASSINE O GRN – o Garrafão Rubro-Negro precisa da sua assinatura no PIC PAY ou no Apoia.se (https://apoia.se/garrafaorn), a partir de 10 reais, para continuar existindo e dar continuidade ao seu trabalho jornalístico independente. E ajudando o Garrafão, um dos benefícios é você concorrer a uma camisa oficial e casual no final da temporada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.